25 de maio de 2008

Berkeley põe vídeos de aulas na Internet

Berkeley - A Universidade de Berkeley, famosa por seus movimentos contra a guerra a favor da liberdade de expressão nos Estados Unidos, disponibilizou vídeos de suas aulas no site gratuito YouTube.Mais de 300 horas de aulas e eventos da universidade californiana estão disponíveis no site HYPERLINK "http://www.youtube.com/ucberkeley"O material disponibilizado inclui aulas sobre a paz e os conflitos, cursos de bioengenharia e uma aula de ciência intitulada "física para futuros presidentes" disse a vice-reitora Christina Maslach.
Temos alguma universidade no Brasil que viabiliza este tipo de aula?
No Brasil o You tube com as imensas possibilidades pedagógicas citado por Prof. Leffa em entrevista concedida ao Grupo 3, possui uso relevante para o ensino-aprendizagem de línguas?

9 comentários:

Valeska disse...

Através de notícias como estas é que vemos como os obstáculos políticos podem atrapalhar o desenvolvimento acadêmico de uma nação. Enquanto em Berkely eles abrem suas portas para a projeção mundial via Internet, muitos de nossos professores universitários ainda fecham as portas de suas salas e o youtube não é permitido em muitas de nossas faculdades.

Virgínia disse...

Valeska tem universidades que até mesmo o Blog é bloqueado. Como capacitar nossos alunos assim/

Daniervelin disse...

Também gostaria de lembrar que, mesmo com esse bloqueio, é possível encontrar uma grande diversidade de postagens no YouTube e, mesmo que elas ainda não privilegiem as salas de aula, os alunos, fora delas, estão atuando ativamente. Já encontrei desde brincadeiras banais a reflexões muito sérias lá. Eu penso que essa ferramenta tem um grande potencial colaborativo e a tendência é só aumentar sua difusão.

Abrs,
Dani

Rômulo disse...

Na minha sala de aula uso sempre o youtube, não apenas para música, mas para entrevistas. Sempre encotramos alguma entrevista relacionada ao tópico da aula e os alunos se beneficiam muito do material autêntico que lá se encontra, aprendendo novas expressões e praticando o Listening.

Anônimo disse...

Na minha sala de aula uso sempre os videos do Youtube. Não apenas para música mas também para entrevistas ou situações. Os alunos se beneficiam por se trata de material autêntico com expressões novas e do dia-a-dia. Além do mais estão praticando o Listening que sempre têm um pouco mais de dificuldade.
Abraco
Rômulo

Rogério Marques disse...

A educação esta passando pela maior revolução de todos os tempos. E graças como lembrou, nossa colega, a liberdade de expressão de nossas idéias. Sem necessidade de licenças ou autorização do estado. Precisamos ter o direito de estudar e trabalhar da maneira que melhor nos nos convém. Pela educação livre!

Anônimo disse...

Vejo que esta questão precisa ser, realmente, pensada. Também uso o you tube em minhas aulas, mas nas aulas da universidade preciso fazer o download dos vídeos em casa e levá-los para os alunos. Quando estamos em um laboratório e temos a vontade de fazer uma pesquisa a procura de vídeos e animações que ilustrem o conteúdo, a orientação de pesquisa fica muito comprometida.
Rejane

Anônimo disse...

Penso que esta questão deve ser realmente pensada. Eu também uso o you tube em minhas aulas, mas, geralmente, faço o download dos vídeos em casa e levo para os alunos porque o acesso a esse tipo de site no laboratório de informática não é permitido.
Rejane

rejane disse...

Penso que esta questão deve ser realmente pensada. Eu também uso o you tube em minhas aulas, mas, geralmente, faço o download dos vídeos em casa e levo para os alunos porque o acesso a esse tipo de site no laboratório de informática não é permitido.
Rejane